—> Este post foi originalmente escrito para o blog da Insecta Shoes (sapatos veganos) que você pode ler aqui também.
Há cinco anos me descobri feminista e quanto mais independente eu ficava, mais conhecimento eu buscava sobre o meu corpo e consequentemente sobre a natureza.
Talvez daí eu tenha me apaixonado pelo plantio e tenha transformado isso na minha profissão, mas o que realmente importa é que empoderar-se também é conhecer o mundo ao nosso redor.
Homens e mulheres são frutos da natureza e assim como qualquer outra espécie que habite este planeta, encontramos a cura para todas as nossas doenças aqui mesmo. E é fascinante que com um pouquinho de atenção e dedicação, podemos ter os nossos medicamentos – literalmente – ao alcance das mãos, na nossa hortinha em casa.
Então hoje, vamos falar sobre os nossos lindos ciclos femininos e as nossas ervas de cura, através de receitas simples e como cultivar alguns ingredientes.

//PARA TPM

Sintomas: Dores de cabeça, cólicas, coágulos, irritabilidade, fotossensibilidade e tonturas.
Ingredientes: Tansagem (Tanchagem) (4 folhas), casca de  1 limão e manjericão (6 folhas).
Tratamento: Chá fervido com estes três ingredientes.
Forma de atuação: Relaxa o útero, nutre o sangue e diminui o calor na cabeça.

O que é Tansagem ou Tanchagem e como cultivar:

É uma PANC (Planta Alimentícia Não Convencional) ou seja, aparentemente mato, inço.
Perene (dá o ano todo) e deve ser colhida durante a floração.
Rasteira, sem caule e pode chegar a 30cm de altura.
Pode-se consumir as folhas, sementes e raiz.
Ela pode ser cultivada através de rizomas. Ou seja, encontre o matinho, arranque com raiz e tudo e plante na sua casa.
As PANCs são nativas, bem adaptadas e por isso, muito fortes. Ou então, recolha as sementes contidas nas espigas e plante em casa.
Pode ser conservada secando as folhas ao sol e mantendo em local arejado como qualquer tempero seco.
Deve ser plantada em local com solo úmido e bem drenado. Aguenta sol intenso e baixas temperaturas também.
Muito bem adaptada ao clima subtropical.
É segura para gestantes, em período de amamentação e para crianças.
Além disso, é um excelente cicatrizante. Pode ser usada como bochecho (em chá) para inflamações nas gengivas, ou após procedimento odontológico e também como emplasto em caso de queimaduras.
A pequena poderosa – Tansagem

//PARA CICLOS IRREGULARES

Sintomas:Ausência de menstruação, ciclo irregular, baixa imunidade, fraqueza e calafrios.
Ingredientes: Artemísia, Cravo, Canela e Alfavaca
Tratamento: Chá fervido com estes ingredientes.

O que é Artemísia e como cultivar:

Da mesma família da Camomila e do Girassol. Conhecida como Erva-De-São-João, camomila do campo e Matricária.
Muito utilizada desde a Idade Média como tratamento para doenças relacionadas ao útero, inflamações e dores abdominais. Faz parte da medicina chinesa e homeopáticas.
Planta perene (dá o ano todo). Com folhas miúdas, penadas, verde claras e arbustiva.
Pode chegar até 1,20mt. Produz pequenas flores amarelas e caule avermelhado.
Pode ser conservada secando as folhas ao sol e mantendo em local arejado como qualquer tempero seco.
Planta de fácil adaptação. Pode se fazer mudas com caules, ramos e deve ser estaquiada (tutoriada).
Deve-se plantar em solo bem irrigado e com luminosidade.
Folhas devem ser colhidas no período de floração e as raízes o ano todo.
Artemisia

O que é Alfavaca e como cultivar:

Este é o nosso famoso manjericão. Uma das ervas de uso mais antigo e é sagrada na Índia.
Também conhecido como erva-real e basílico.
Arbusto de folhas verdes vibrantes, flores miúdas e brancas.
Pode-se utilizar folhas e flores frescas, sementes e óleo essencial.
Pode ser cultivada com sementes e estaquiando seus ramos.
Gosta de clima quente, solo bem drenado.
Perene (dá o ano todo). Geralmente se adapta melhor quando plantada na primavera.
Não gosta de solos muito úmidos, então só regue quando necessário. Planta de fácil manutenção.
Contra indicada para mulheres gestantes e amamentando.
Muito utilizada para tratamentos de aftas, bronquites, asma, cólicas. É analgésico, antifebril, calmante, diurético e digestivo.
Alfavaca – Manjericão

 

//PARA GESTAÇÃO 

(parto, pós-parto e amamentação)

Sintomas: Alterações de humor, angústias e ansiedades.
Ingredientes: Erva-doce, Erva-cidreira, camomila, calêndula, hortelã e manjericão.
Tratamento: Chá ou utilizando estas ervas na alimentação.
Forma de atuação: Fortalece o sistema imunológico, relaxa, nutre e harmoniza.

O que é Cidreira e como cultivar:

Também conhecida como hortelã-silvestre, erva-de-índio, melissa e âmbar-vegetal.
É arbustiva e pode chegar a 60cm de altura. Raízes ramificadas e superficiais.
Folhas verde-claras com flores brancas e miúdas.
Se adapta bem em climas frios e geadas, muito sol ou sombras parciais.
Planta forte, não exige muito do solo. Basta que seja bem drenado e leve. Terra sempre fofa.
Pode ser cultivada por sementes e ramos estaquiados.

O método mais simples de propagação é a divisão de plantas adultas, separando mudas com raízes. A propagação por estáquias é feita cortando ramos de plantas adultas, deixando estes em água até criarem raízes ou plantando estes ramos em vasos com solo bem úmido.

Ajuda no tratamento de cólicas, problemas digestivos, dores de cabeça, sintomas de estresse e melhora a qualidade do sono. É um ótimo diurético.
Erva-Cidreira

Para mais informações, acesse o site das meninas da Matricária ou baixe aqui o e-book incrível que elas criaram.

Captura de Tela 2016-05-06 às 11.10.22

Conheça e explore mais o seu corpo.

Conecte-se com a abundância da natureza e sinta-se plena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *